SEJAM BEM VINDOS AO MEU BLOG, O OBJETIVO É FALAR DAS EXPERIÊNCIAS QUE TENHO AO LONGO DOS MEUS DIAS, AQUI SABERÃO UM POUCO DE MIM, DO QUE PENSO E DO QUE ACHO QUE SEI, BOA LEITURA E DIVERSÃO.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

NO AR; O BLOG DA PERIFERIA

Agora os ouvintes do Ação Periferia possuem mais um canal de comunicação com a produção do programa, o “Blog da Periferia”. O espaço vem para somar com o trabalho que já é desenvolvido semanalmente na rádio NACIONAL AM Brasília e para contribuir com a interação entre público e a equipe do Ação Periferia. Além de acompanhar diariamente as notícias, os ouvintes podem participar com comentários, sugestões de músicas e pautas.
O Ação Periferia é produzido pela Central Única das Favelas em parceria com a Empresa Brasil de Comunicação. O programa de estréia foi ao ar no dia 3 de janeiro de 2009 às 19h. Atualmente, o programa é veiculado todos os sábados a partir do meio dia. Além disso, todos os programas estão disponíveis na Internet, no endereço
www.stickam.com/acaoperiferia. Em sua plataforma virtual, o programa já conta com mais de 50.000 acessos.
Centrado na cultura Hip Hop, o Ação Periferia apresenta ao público os novos talentos que surgem nas periferias brasileiras mas que não têm acesso aos canais de comunicação tradicionais para divulgar seus trabalhos. Semanalmente, o Ação Periferia mostra um rap tipicamente brasileiro, que mistura ritmos diversos à letras contundentes. O programa comprova que o rap pode ser música alegre, dançante, festiva, unido ao caráter de protesto e crítica social.
Para 2010, as expectativas são grandes, um primeiro objetivo a ser perseguido é a maior integração entre as bases da CUFA, abrindo espaço para aquilo que é importante e merece divulgação em cada uma das regiões do país.
O Ação Periferia já conta com um canal de comunicação direto com o público, o quadro INTER”AÇÃO”, que divulga músicas recebidas por meio do email
acaoperiferia@gmail.com, mas ampliar esse contato direto com o ouvinte é um dos grandes objetivos do programa, porque, afinal, é justamente dessa interação com o público que o Ação Periferia encontra sua justificativa, porque busca divulgar para as periferias aquilo que é de seu interesse, mas também quer mostrar para o Brasil aquilo que é produzido por essas periferias.
Acesse
http://cufadf.org/blogdaperiferia e participeAgora os ouvintes do Ação Periferia possuem mais um canal de comunicação com a produção do programa, o “Blog da Periferia”. O espaço vem para somar com o trabalho que já é desenvolvido semanalmente na rádio NACIONAL AM Brasília e para contribuir com a interação entre público e a equipe do Ação Periferia. Além de acompanhar diariamente as notícias, os ouvintes podem participar com comentários, sugestões de músicas e pautas.
O Ação Periferia é produzido pela Central Única das Favelas em parceria com a Empresa Brasil de Comunicação. O programa de estréia foi ao ar no dia 3 de janeiro de 2009 às 19h. Atualmente, o programa é veiculado todos os sábados a partir do meio dia. Além disso, todos os programas estão disponíveis na Internet, no endereço
www.stickam.com/acaoperiferia. Em sua plataforma virtual, o programa já conta com mais de 50.000 acessos.
Centrado na cultura Hip Hop, o Ação Periferia apresenta ao público os novos talentos que surgem nas periferias brasileiras mas que não têm acesso aos canais de comunicação tradicionais para divulgar seus trabalhos. Semanalmente, o Ação Periferia mostra um rap tipicamente brasileiro, que mistura ritmos diversos à letras contundentes. O programa comprova que o rap pode ser música alegre, dançante, festiva, unido ao caráter de protesto e crítica social.
Para 2010, as expectativas são grandes, um primeiro objetivo a ser perseguido é a maior integração entre as bases da CUFA, abrindo espaço para aquilo que é importante e merece divulgação em cada uma das regiões do país.
O Ação Periferia já conta com um canal de comunicação direto com o público, o quadro INTER”AÇÃO”, que divulga músicas recebidas por meio do email
acaoperiferia@gmail.com, mas ampliar esse contato direto com o ouvinte é um dos grandes objetivos do programa, porque, afinal, é justamente dessa interação com o público que o Ação Periferia encontra sua justificativa, porque busca divulgar para as periferias aquilo que é de seu interesse, mas também quer mostrar para o Brasil aquilo que é produzido por essas periferias.
Acesse
http://cufadf.org/blogdaperiferia e participe.

SITE DO LITERATURA MARGINAL NO AR: literaturamarginal.com.br

E A CHUVA VEIO... E A BELA ´´OBRA`` ASFÁLTICA DA PMCG FICOU DEBAIXO D´ÁGUA

MÚSICA DO DIA:

GUILHERME ARANTES - DEIXA CHOVER

Certos dias de chuva
Nem é bom sair de casa e agitar
É melhor dormir
Se você tentou e não aconteceu, valeu!
Infelizmente nem tudo é
Exatamente como a gente quer.
As pessoas sempre têm chance de jogar
De novo e errar
Ver o que convém, receber alguém no seu coração ou não!
Infelizmente nem tudo é
Exatamente como a gente quer.
Deixa chover
Ah ah ahhhhh
Deixa a chuva molhar
Dentro do peito tem um fogo ardendo
Que nunca vai se apagar
Deixa chover
Ah ah ahhhhh
Deixa a chuva molhar
Dentro do peito tem um fogo ardendo
Que nunca
Nada, nada vai apagar.

FRASE DO DIA:

POW, POW, POW
PRA CUZÃO QUE ATRASA, É BALA NA CARA E SÓ.

26 de Fevereiro de 2010

Posso citar uma frase de uma música dos Racionais, chamada Homem na Estrada, eu já premeditava um final que eu já conheço bem, depois de horas de discussão, bate boca, acusações e indiretas, o veredito foi dado, ou eu entro na linha em relação a ´´nova`` programação da rádio que começa a partir de segunda ou nada feito, existe um ditado que diz o seguinte: Manda quem pode, obedece quem tem juizo, infelizmente eu ainda estou na segunda opção, mas não sei por quanto tempo, tomei nojo disso aqui, estou aqui em corpo, mas jamais em alma, jamais em espirito, jamais de coração, a rádio me parece hoje tal qual uma bela mulher que eu muito amei em dia e com o passar dos anos acabou esse sentimento e ficou a fadiga e a sensação de tempo perdido, só vivo ao seu lado por conveniencia, por acaso, por não ter outra alternativa, por comodismo, talvez.
Demoram- se 4 anos para assimilarem uma ideia que eu tive, dentre elas, a maioria das coisas que hoje querem por em prática sem vaselina, dane- se clientes, dane-se ouvintes. Sempre tive muito respeito pelo meu ouvinte e acho que a ele devo a minha sinceridade, respeito e gratidão, se eu hoje faço 11 anos de rádio, é graças a ele também essa conquista.
Nunca fui contra mudanças e modernismos, só acho que não se pode fazer nada inovador desprezando o passado e quem fez a história, não se pode mudar tudo de uma hora pra outra, tudo tem que ser rigorosamente pensado e analisado, uma empresa que se preza de verdade, não coloca um produto na rua a testes, para se colocar um produto na rua, existe, pesquisa, estudos, analises, custos e beneficios, e quem não lê sobre o assunto, nunca vai saber, acha que é só colocar na rua e pronto, acham que as pessoas absorverão aquilo de tal forma que tudo ficará bem. Não é e nem nunca será assim que a banda vai tocar.
Estou a espera de um telefonema que vai definir o meu futuro, estou aqui há 2 minutos de entrar no ar e não sei se quando eu terminar esse programa, o ultimo da série ´´Toca uma pra mim``, ainda estarei empregado e filiado a essa instituição que tem gente boa sim, mas ao mesmo tempo tem muita gente que só tem em mente copiar e nada criar, tenho vergonha de estar nesse grupo e não posso por respeito a mim e aos que gostam do meu trabalho, aceitar isso.
A vida é feita de caminhos e a gente os escolhe e faz a nossa trajetória.
Bom dia.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

DEU NO JORNAL:


ELA PODE ATÉ TARDAR, MAS NÃO FALHA

JOGO LIMPO:

Olá amigos, Copa do Brasil e Libertadores são os nossos principais assuntos de hoje, começando então com o tricolor carioca que foi ontem a Aracaju enfrentar o Confiança, posso dizer que faltou esse adjetivo ao Fluminense na noite de ontem, o time que aparenta não ter se recuperado da eliminação do Carioca, empatou um jogo teoricamente fácil e ainda perdeu um pênalti com o Fred que errou na paradinha e jogou a bola fora. Vou por uma ideia de alguns comentaristas, que não tem mais essa de time bobo em uma competição como essa que é copiada com outros nomes em outros paises, já vi muito time de terceira eliminar campeões na França, Inglaterra, Espanha e Itália, sem falar que para muitos a exposição na tv e midia é a chance de ouro que muita gente sonha e quer, então, jogarão aquele jogo como se fosse o seu último. Um outro exemplo rolou na noite de ontem também, dessa vez com o Santos que tem sido chamado pelo seu presidente de Circle de Soleil, não sei de onde ele tirou isso, mas o time que foi ao Mato Grosso do Sul como favorito e com o time completo, saiu de lá com uma vitória magra de 1x0 contra Naviraiense, ou os times grandes jogam de forma séria ou vai haver surpresas ao longo dos meses.
Pela Libertadores, houve muita expectativa nas estreias de Flamengo e do Corinthians, ambos tiveram herois bem diferentes do que a torcida imaginava, no Flamengo o grande jogador foi o Léo Moura que fez um belo gol de falta e deu um passe açucarado para Adriano fazer o segundo, nesse jogo contra o Universidade Católica do Chile, além da expulsão imbecil do Williams com um minuto de jogo, Vágner Love que até jogou muito bem, mostrou mais uma vez não saber bater pênalti e isolou mais um pra sua coleção. Bom jogo também do zagueiro Fabricio, o novo titular jogou sério e de forma simples.
Já no Corinthians que tomou um susto com um gol relâmpago dos uruguaios do Racing no primeiro minuto, o heroi vestia a 7, era o guerreiro Elias que marcou os dois gols da equipe na virada em cima da hora, fora ele, Tcheco também fez uma bela partida.
RAPIDINHAS:
- Destaques também na rodada de ontem foram os 5 gols de Obina nos 7 que Atlético MG fez em cima do Juventus do Acre, a Portuguesa do técnico Benazzi também fez 7, a vitima da vez foi o Roraima, o Atlético PR também goleou no segundo jogo contra o Vilhena -RO, o placar foi de 4x0.
- No principal jogo da Copa dos Campeões da Europa, a Inter de Milão com gols argentinos venceu o Chelsea por 2x1, o goleiro Julio César falhou no gol dos ingleses.
- O técnico do São Paulo Ricardo Gomes teve alta ontem depois do principio de AVC, o motorista de fusquinha vai ficar um mês de repouso, hoje na Libertadores o time com MIlton Cruz no comando enfrenta o Once Caldas fora de casa.
- O Cruzeiro que contratou o atacante Kieza, meteu 4x1 ontem no Colo Colo do Chile no MIneirão, Kléber fez dois de pênalti.
- Podem falar o que quiserem, mas Libertadores sem River Plate e Boca Juniors não é a mesma coisa.
- Na escolha dos 25 jogadres para atuarem nessa fase da Libertadores, somente os favoritos São Paulo e Cruzeiro não erraram, no Flamengo, Andrade levou 5 zagueiros e apenas um atacante para a reserva de Adriano e Vágner Love. No Corinthians, Mano deixou de fora da competição, Boquita e os estrangeiros Escudero e Balbuena alegando que idioma não é o importante, sendo que os dois foram contratados para a tal competição, por tudo isso vai perder a Libertadores e depois vai ser demitido. No Inter, Fossati deixou de fora o meia Thiago Humberto que no time gaucho ainda não foi o jogador que comia a bola do Barueri.
Por hoje é só, até segunda.

MÚSICA DO DIA:

DJ ALPISTE - FARISEU

Chegou a sua hora não tente fugir
Você pisou na bola agora segura ai
Vive escondido atrás da sua posição
Diz pra todo mundo que é um cristão
Quem não te conhece que te compre, pra ver o bonde que vai tomar
Pode acreditar, não, não isso não é julgamento
Pois fazer isso seria perda de tempo
Suas atitudes falam por você
O que pensa, o que faz e o que tentou fazer
Você me traiu quando fiquei do seu lado,
Por sua causa quase fui desmoralizado
Substimei o real sentido de ambição
Por causa do dinheiro é que existe o ladrão
O lobo quando quer, se veste de cordeiro
Pra mentir, enganar o mundo inteiro
Fariseu, hipócrita, vacilão, deu a maior sorte porque eu sou cristão.
Peço a Deus pra ter misericórdia de você
Pra sua alma no inferno não apodrecer.
Suas atitudes é o que fazem de você, um fariseu (fariseu)
Você se enganou quando pensava que todo mundo em suas mentiras acreditava.
Com uma cantada vulgar assediava
Nas suas, em casa, sempre tinha revista de mulher nua
Pedia emprestado, mas não pagava
Falava mal do mano quando ele não estava
Imagine então o que falou de mim
Pra você não importa, a vida é assim
Perdi as contas das mancadas que você deu
Por causa disso todo mundo diz: Lá vai o fariseu
Não vá chorar se amanhã algo der errado
Nem vai dizer por ai que eu fui o culpado
Não há perdão, sem arrependimento
Nem salvação, sem novo nascimento
Mas se caso continuar nessa bobagem
Tô fora, você vai sozinho.
Boa viagem
Peço a Deus pra ter misericórdia de você
Pra sua alma no inferno não apodrecer.
Suas atitudes é o que fazem de você, um fariseu (fariseu)
É lamentável sua falta de dignidade
Sua mentira, hipocrisia, desonestidade
Não foi pra isso que um dia Ele morreu,
Pra você levar a vida como um fariseu
E sou chamado de otário
Eu sei que você não acredita em mim
E muito menos no que Deus manda eu te dizer
Não sei onde você quer chegar agindo assim
Por sua causa muita coisa deixa de acontecer
A sua fé pode te salvar, se você crer
E muito mais com ela poderá fazer
Mas se ela te faltar, tudo acabado, é impossível desse jeito vencer o pecado.
Você não me engana com seu papo furado
Eu conheço um fariseu de longe, quanto mais do meu lado
Mas ainda há tempo de você se arrepender
Se no inferno não quiser apodrecer.
Suas atitudes é o que fazem de você, um fariseu (fariseu)

FRASE DO DIA:

VOCÊ SONHOU COM UM MUNDÃO MELHOR, SÓ QUE O CLIMA É BEM LOKO E A RAJADA SEM DÓ.

25 de Fevereiro de 2010

Ontem, no inicio da noite ao chegar em casa depois de uma reunião, mexendo nos canais detv, achei um debate no programa do Ratinho entre o Pr. Silas Malafaia e uma deputada, o tema era os direitos dos homossexuais, mais uma vez vi o Pr. Silas dar um show, não de homofobia como muitos pensam, mas de conhecimento dos direitos e deveres dos cidadãos, atitude essa, bem diferente de muitos ai pelas ruas que se intitulam ´´crentes`` e não sabem nada de constituição e saem a ferir as pessoas do nada como ontem eu assisti aqui no calçadão. Não tenho nada contra os gays e afins, mas não se pode comparar de modo algum, uma questão que se trata de opção sexual da mesma forma e na mesma esfera do racismo, de acordo com a constituição eu tenho é que respeitar as opções das pessoas quanto ao credo religioso que infelizmente muitos imbecis que se acham iluminados por Deus também atacam e a opção sexual sem é claro concordar ou quer tal prática para comigo, mas mesmo não querendo, eu tenho que respeitar, aceitar e tratar a pessoa como outra qualquer, de forma igual, afinal está nas nossas leise o que eu vejo infelizmente é que muita gente nem disso sabe ou finge não entender, são pessoas que atacam, agridem e até matam em nome de uma falsa ideologia d epaze de amor que na verdade está maquiada pelo diabo que cega facilmente esses que pensam que sabem tudo e na verdade, nada sabem.
Eu acredito na Biblia e no que ela fala por completo, creio que ela é a Palavra de Deus e o que pega pra mim em relação aos gays, na qual inclusive eu tenho amigos, sendo que um é considerado como se fosse um irmão, o que pega para mim é aquele que se veste de mulher, com a sua atitude e suas formas redefinidas, ele declara com o tal gesto que Deus errou em relação a ele e na verdade, isso não existe e nem existirá, Deus não erra jamais.
Não existe menção na Biblia de que Deus xingou ou ofendeu alguém, então, por que esses crentes babacas de hoje entram nessa?
Não sou católico, mas tenho que respeitar, de que adianta eu ofender os santos em que ele venha a crer?
Nâo preciso falar mal de ninguém ou de algum fato, para defender meu ponto de vista.
O que falta também a sociedade é indignação quanto a isso que se tem feito nas ruas por ai, falta coragem de confrontar esses intolerantes e isso não rola só nas ruas, rola nos ônibus, até mesmo em casa. O que vejo é conformismo em relação a tudo isso.
Pr Silas é um homem de Deus e eu não tenho dúvida alguma, eu o admiro, não só por ser sincero como eu tento ser na mairoia das vezes em meus pontos de vista e afins, mas porque ele sabe do que fala e prega a Biblia, mas infelizmente junto a isso, pastores que estão na midia e investem nisso como ele em prol do conhecimento das pessoas de quem é Deus e do que Ele pode fazer por cada um de nós, são mal copiados por imbecis que se amanhã forem presos por desrespeitarem a constituição, dirão que foram presos por causa de Deus, puro papo furado, pura mentira, puro fanatismo e farisaismo.
O meu pedido nesse dia é que estejamos atentos e aprendamos defintivamente a separar o joio do trigo, Deus é amor e está acima de tudo que se vê nas ruas em uma grande maioria, pelo menos aqui na cidade aonde eu vivo, é puro exibicionismo e babaquice de quem quer aparecer e nada mais.
Admiro os crentes humildes e leais com a Palavra.
DEFINIÇÕES:
- Discriminar significa "fazer uma distinção". Existem diversos significados para a palavra, incluindo a discriminação estatística ou a actividade de um circuito chamado discriminador. O significado mais comum, no entanto, tem a ver com a discriminação sociológica: a discriminação social, racial, religiosa, sexual, por idade ou nacionalidade, que podem levar à exclusão social.
- Fariseu (do hebraico פרושים) é o nome dado a um grupo de judeus devotos à Torá, surgidos no século II a.C.. Opositores dos saduceus, criam uma Lei Oral, em conjunto com a Lei escrita, e foram os criadores da instituição da sinagoga. Com a destruição de Jerusalém em 70 d.C. e a queda do poder dos saduceus, cresceu sua influência dentro da comunidade judaica e se tornaram os precursores do judaísmo rabínico.A palavra Fariseu tem o significado de "separados", " a verdadeira comunidade de Israel", "santos".
Sua oposição ferrenha ao
Cristianismo rendeu-lhes através dos tempos uma figura de fanáticos e hipócritas que apenas manipulam as leis para seu interesse. Esse comportamento deu origem à ofensa "fariseu", comumente dado às pessoas dentro e fora do Cristianismo, que são julgados como religiosos aparentes.
Bom dia.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

ALESSANDRO BUZO ENTREVISTA DJ CIA:

Buzo: Lendário RZO, comente o antes e o agora do grupo ?
DJ Cia: Antes o Rzo era sempre aquela grande rapaziada no palco, varios talentos reunidos com a inteção de mostrar um estilo diferente a cada voz que se apresentava ao microfone, com a intenção de lançar esses artistas no mercado com trabalhos solos. Hoje o Rzo esta de volta, mas ainda se reestruturando para voltar sem perder a essência e tambem mostrar que esta atualizado no que esta acontecendo no rap hoje. Estamos fazendo shows cantando musicas novas e musicas antigas, tambem tem sido muito gratificante, as pessoas tem gostado e comparecido, isso é um grande incentivo pra gente e eu particularmente admiro muito isso e fico muito feliz quando encontro essas pessoas.

Buzo: Como vc que corria junto (no RZO), viu a ida da Negra Li pra multinacional, cinema, TV ?
DJ Cia: Pra mim foi normal porque ja era o que planejavamos, ela tem muito talento, canta bem e merece estar onde esta, o rap no brasil é muito dificil, se você não tiver uma empresa investindo na sua carreira pra que você possa se dedicar apenas a fazer as suas musicas ou produções, fica mais complicado de as coisas acontecerem, é logico que algumas atitudes as vezes deixam a gente chateado, mas quando você deixa um pouco as pessoas que você se relaciona e conhece outras, se não tiver consciência acaba chateando algumas pessoas que tinham você mais proximo, mas isso é normal e só a convivencia corrige isso. Mas fortalecendo é muito importante que vejamos isso, como um fortalecimento ao hip hop e mostra que se você não tiver uma estrutura ou dinheiro pra fazer um bom show uma boa apresentação, uma boa divulgação e distribuição da sua musica, o seu marketing, você vai demorar muito pra mostrar pras pessoas o seu talento e a sua musica.

Buzo: Como anda sua carreira internacional, o que destaca nas apresentações que fez no extrangeiro ?
DJ Cia: Eu estou começando lá, tenho feito várias coisas mais ainda não acertei na mosca, o que realmente quero.Estou com varios contatos, tenho feito muita musica com artistas de lá pra que eles conheçam o meu trabalho, a concorrência é gigante, mas já estou feliz te ter feito esses sons. Estou deixando minha marca lá aos poucos, fiz alguns trabalhos pra Rocafella, um documentário, no caso existe algumas musicas que produzi, mas como disse ainda estou começando, é meu sonho gravar com artistas grandes, estou me esforçando pra isso.

Buzo: Onde podemos ver DJ Cia em Ação no momento ?
DJ Cia: Estou sempre tocando pelo Brasil e fora também, minha agenda sempre está no www.myspace.com/djciabrasil onde posto tudo ou quase tudo, mas em sp tem um Kljay e Dj Cia, logo mais visitem a página e aproveitem pra escutar minhas musicas.

Buzo: Big Ben Bang Jhonson, como é fazer parte desse bonde ?
DJ Cia: É loko estar tocando com todos os manos juntos, fiquei feliz por ter recebido o convite do Ice Blue e Mano Brown, bom tambem porque conversamos de como estão as coisas e o que pode ser feito pra que melhore nas nossas musicas.
E o que podemos ajudar com a rapa que está também trabalhando, a idéia do bangue é mostrar a força das musicas e dar uma movimentada diferente, outros manos deviam fazer o mesmo, juntar se e trocar mais ideia.

Buzo: DJ Cia produtor, o que tem feito ?
DJ Cia: Agora estou terminando o disco do rzo, estamos tendo uma participação no disco dos Racionais, estou fazendo também algumas musicas pro meu disco, estou fazendo algumas musicas de uns manos nossos de Pirituba, o Guerrilheiros, ajudando na produção do Funcao RHK que desta vez esta por conta do DJ Celo, estou fazendo o disco fo black moob, rapaziada do Queens, familia Moob, o disco vai ter participações de artistas nacionais e tambem trabalhando junto com Helião e Sandrão no projeto Wu Brasil.

Buzo: Como vê o Rap e o Hip Hop no momento atual ?
DJ Cia: O rap ao meu ver está perdido, me desculpem a franqueza, ninguém ta fazendo algo que dê uma explosão mesmo e precisamos disso, digo até mesmo do nosso lado. Existe uma fórmula e é o que corremos atrás, do jeito que esta é muito comodo, não vai mudar nada se continuar assim, precisamos colocar o rap na rua, nos carros, nas casas, nas rádios, tem que ser febre como o samba, as pessoas tem que cantar como se canta samba, o samba é da favela, não é dos boys, você não vê boy fazendo samba, a diferença é a união. Pô é loko sim, underground – freestyle – etc…. mas todos são um só nego, enfraquece ao invés de fortalecer, está cada um no seu canto, ninguém fala de ninguém, não ajuda, não comenta, não fala bem, só fala mal, se não for do seu bolo então…. ta errado. Pensem nisso.
Buzo: Existe nova e velha escola, o que pensa sobre isso ?
DJ Cia: Penso que é loko, são manos chegando que pegam um pouco do que foi feito antes, já existe uma trilha, cada um vem seguindo a sua maneira, hoje ja está mais fácil do que antigamente, eu pra tocar antes tinha que pular catraca de ônibus, pular a estação do trem, ir na festa e pedir pra fazer um teste, hoje nego manda o som pela net, o dj manda o mix tape ou baixa as musicas e tá tocando nas festas, sendo bom ou ruim, o problema é, como tem muita gente fazendo isso, tem um monte de ruim tomando lugar de um monte bom.

Buzo: O que te deixa feliz e o que te deixa chateado ?
DJ Cia: Fico feliz de ver as pessoas cantando as musicas, as pessoas unidas, multidões….fui no show da Beyonce e fiquei emocionado em ver aquela multidão, crianças, pais com seus filhos cantando a musica dela, que é a nossa musica black, o que nos gostamos e crescemos ouvindo, é ai que digo, a musica tem que chegar pra essas pessoas, musica boa, não se enganem, se tiver ruim ou escutar alguem dizer que ta ruim, não fique bravo, vai refazer pra que fique melhor.Vai ser melhor pra você do que pra pessoa que disse que estava ruim, ela só te ajuda a melhorar.

Buzo: Considerações finais ?
DJ Cia: Obrigado aos que torcem pelo que estou sonhando, os que mandam suas opiniões, aos sites, aos amigos, aos djs, só tenho a agradecer o respeito que vocês tem pelo meu trabalho, é muito dificil, estou aprendendo também a cada dia.
www.myspace.com/djciabrasil

MÚSICA DO DIA:

MV BILL - MARGINAL MENESTREL

A vida me ensinou a caminhar...
Saber cair depois se levantar...
O tempo não espera...
Não há espaço pra chorar...
Andei no escuro e agora vou brilhar.
Sobreviver é necessário
Também quero ser feliz
Permaneço no combate
Meu resgate é a minha fé
Minha luta causa medo e alegria lá laia
To na fita venha o que vier
Não vou amarelar, seja o Deus quiser ô ô ô, seja o que Deus quiser é é é
Na fé.
Alô mais velho, paz eu também quero, mas sem lero lero
Estaca 0 não me espero, sincero, meu lado eu venero
Muita calma, vagabundo gela até a alma
Quem foi roubado no passado, hoje sente falta
O que somos, o que seremos
Por que choramos, matamos, sangramos e depois morremos?
Velhos tempos de caboclo pé no chão
Que não levava desaforo pra cachanga e fazia na mão
Se o atabaque tocava, meu braço arrepiava
Aprendi a dar desprezo a quem me ignorava
Mas que nada, quem sabia que tinha um erê de dois metros na barriga da pretinha
1974, três de janeiro, hospital da Lagoa, Rio de Janeiro
Desordeiro, rap o dia inteiro, se tem caozeiro, mete o pé
Quem tem cabelo duro não é mané, sai de ré
Não me embarrera que eu quero passar, é necessário mais de um pra me fazer parar
Não dou valor a quem fica de caô, quer ser malandro e soltava pipa no ventilador
Pra ser titular não serve, foi otário no passado e hoje quer ser bandido do rap
Passa borracha e joga no latão, não é braço fiel então não pode ser falcão
Sai saindo, desce a ladeira, vai jogar seu vídeo game que aqui a gente fica a noite inteira
Quarta – feira, dia de defumador queimar todo mal olhado com o seu odor
Abre os caminhos de quem é perseguido, hip hop violento, o pagode ou funk de bandido
Som de preto, som do morro, som de gueto te batendo
Neurose, insegurança, desespero e medo
Seu segredo é desvendado, efeito da ação que deixou o seu filme queimado
Vai de ralo, me mira mas me erra
Se eu ficar marolando com você
Não vou vencer a guerra
Que é por terra, por tudo e por nada, pela vida, por Ogum, por sangue e por lágrima
Vai vendo sangue ruim, esse é meu oficio, não arregar pro adversário é meu vício
Contrario a dor, no ódio e no amor
Se der o ouro na mão do inimigo, eu irei me opor
Tá com a cuca louca, tá lelé da cuca.
Ihhh... da teu papo mano Juca
Eu tenho pouca coisa a dizer
Tudo o que você falou por mim
Comoveu o meu coração
Hoje eu deixo tudo em sua mão
E se babar é com eles, se fechar é com nós
Quem falava pelos pretos, hoje sabe que a gente tem voz
Bate o tambor, bate forte, faz barulho
Querer ficar com tudo é olho grande no bagulho
Eu repudio a inveja, por isso eu ando só
Mas eu não ando junto com comédia
Largo o prego que carneiro quer descer
Bota ele pra correr, joga ele aqui na CDD
Comunidade, minha verdade, meu terreno
Querer cantar de galo na minha casa, vai ficar pequeno, vai vendo
Para de vacilação, veneno tá na sua direção
Deixe o moleque cantar, deixe o moleque sonhar
Não é tudo que o seu dinheiro pode comprar
A gente fica com nada da riqueza gerada
Sofrerão as conseqüências da miséria criada
Alguém tem pista do jovem terrorista que faz show
Em Salvador e na baixada Santista ouço a voz do rapiador
Impulsionado por Quilombo dos Palmares que trago na cor
Tranqüilidade na coletividade de quem sabe respeitar
A realidade de cada cidade
Na humildade concebido pelo céu
Palavras que cortam de um marginal menestrel
A vida me ensinou a caminhar...
Saber cair, depois se levantar...
O tempo não espera...Não há espaço pra chorar...
Andei no escuro e agora vou brilhar.
Sobreviver é necessário
Também quero ser feliz
Permaneço no combate
Meu resgate é a minha fé
Minha luta causa medo e alegria lá laia
Tô na vida venha o que vier
Não vou amarelar seja o que Deus quiser Ô ô ô, seja o que Deus quiser .... na fé...

FRASE DO DIA:

O SONHO É FODA, FAZ MUITA MÃE CHORAR E MUITO TRUTA SE AFUNDAR.

24 de Fevereiro de 2010

Sigo meu rumo aqui, cheiro a confusão eu sei, mas fazer o que diante de tudo isso?
Não adianta, já expliquei que acabou o pensamento coletivo, agora é só individual, poenso em mime dane-se o resto, não me importa se quem vem depois de mim, vai fazer porcaria no ar ou coisas derivadas disso, eu agora só penso no meu lado e nada mais.
Ontem, mais uma vez alguém veio me pedindo ideias e opiniõese tomou na tarraqueta, reclamei muito, falei que podem fazer o que quiserem e que eu sinto que meu ciclo está praticamente encerrado por aqui, gosto de mudanças, mas desde que sejam com ordem e decência, é muito fácil falar que não se deve ligar para as restrições, quando essas não atingem quem da gente desdenha. Gosto de gente de palavra e aqui existem poucos em que eu posso confiar cegamente, o papo muda quando existe pressão e interesses.
Mas a vida me ensinou a ser assim, desconfiado e nunca omisso, ninguém vai ouvir nada de mim, se não me importunar perguntando. Ninguém vai ter confusão se não mexer comigo, afinal sou louco, mas não varrido. mas como falei acima, tenho cheirod e confusão, tenho um imã que atrai esse tipo de coisas e certos assuntos.
A rádio de playboy como é chamada por ai, deve ser mais tosca nesse sentido daqui um tempo quando eu já estiver ausente, não vou nem perder meu tempo para ouvir, aliás, eu nem perco trabalhando aqui, quanto mais longe, se eu tenho que aprender, vou aprender com quem tem algo a me oferecer de bom e de interessante, nada aqui me interessa ultimamente em 4 anos, estou afastado e me isolando a cada dia mais e cá pra nós, é assim que tem que ser e se ninguém me importunar, talvez isso passe um dia.
Ontem , eu ouvi de uma pessoa que tudo isso mudaria se a grana viesse a mesa, eu falei que não e apesar dos risos de descrença, afirmei que nada que é meu de direito vai ser bom pra mim, caso eu tome posse, essa conta virá num futuro de uma forma que talvez eu nem tenha condição de pagar ou suportar pagar, só quero o que é meu de direito, quero crescer assim na vida, tenho sonhos ainda, sou cidadão que pago as minhas contas em dia, quero ter dinheiro, casa, carro, plano de saude, tudo de bom eu quero, mas sem pisar ou passar ninguém pra trás, quero ter sim, tudo na moral, com meu esforço e suor, sem me vender ou babar ovo pra ninguém, sem deixar de lado os meus exemplos, o meu pensar, a minha fé e o meu amor.
Bom dia.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

ENTENDA COMO É E COMO FUNCIONA O ECAD - extraido do blog do jornalista Carlos Ferreira

Direitos Autorais

“Se o Ecad não cobrar, ele é cobrado”por Tatiana de Mello Dias
Tocou, tem que pagar – pelo menos enquanto a música estiver protegida por direitos autorais. Mesmo se a execução pública não tiver fins lucrativos – como é o caso de uma banda ou bloco de carnaval, criada na farra – é preciso pagar pelo uso da música. No Link dessa semana, falei um pouco mais da história dos blocos de carnaval terem que pagar ao Ecad para executarem marchinhas e outras músicas. Conversei sobre o assunto com Marcio Massano, gerente de relacionamento de arrecadação do Ecad.
Confira:
Como funciona a arrecadação do Ecad no carnaval?
O Ecad trabalha em cima de um regulamento. Há uma tabela com preços para todos os tipos de utilização da musica. Esse regulamento não é construído pelo Ecad, ele tem base na lei. Somos um escritório que representa as associações titulares de direitos autorais. O regulamento cobra sobre a receita do evento.
Mas e no caso dos blocos e manifestações que não têm fins lucrativos, como no carnaval?
No Rio de Janeiro a prefeitura cadastrou todos os blocos. Para saírem, eles precisaram ter autorização da prefeitura. Eles teriam que ser a licença e também precisavam entrar em contato com o Ecad. A gente tem sempre alguns blocos tradicionais que pagam, alguns que não pagam. Uma banda de amigos que resolve tocar na rua, por exemplo, também tem que recolher a verba? O problema é que a musica é um bem muito fácil. A gente canta, está lá para todos. Tem bloco vende fantasia, se organiza, tem licença. O cara paga a roupa, carro de som e não reconhece que eles está cantando a musica de alguém. Se o Ecad não cobrar, nós somos cobrados.
João Roberto Kelly, compositor de “Cabeleira do Zezé” e protagonista da campanha de arrecadação do Ecad no carnaval.
Como funciona a cobrança?
A gente tem uma área de distribuição que faz todo o processamento. Nesse ano foram usados mais gravadores digitais acoplados em carros. Essa idéia começou no carnaval da Bahia em 2008. A cobrança é feita em cima da amostragem das músicas mais tocadas.
Os gravadores são usados como fiscalização do que tocou?
O gravador digital fica dentro de uma caixa. Isso foi experimentado no carnaval da Bahia, porque é até incoveniente com o fiscal. Colocamos o gravador no trio elétrico. Normalmente, a gente primeiro faz a cobrança. O nosso objetivo é sempre um pagamento antecipado.
Só para ficar claro: se eu monto uma banda com meus amigos e saio tocando marchinhas de carnaval na rua, preciso pagar direitos autorais? Mesmo se não ganhar nada com isso?
O Ecad não tem o poder de não cobrar. Se eu to passando na rua e você está cantando uma música minha, eu posso não me sentir no direito de cobrar. Mas se o autor cobra, o Ecad tem a obrigação de cobrar. Claro que tem que ter bom senso, não vamos cobrar de três pessoas batucando na mesa de um bar. O certo é as pessoas terem consciência. Os valores podem ser baixos, coisa de 200 reais.
Fonte: O Estado de S.Paulo

MÚSICA DO DIA:

ROBERTO CARLOS - AMOR PERFEITO

Fecho os olhos pra não ver passar o tempo
Sinto falta de você
Anjo bom, amor perfeito no meu peito
Sem você não sei viver

Vem, que eu conto os dias
Conto as horas pra ter ver
Eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você

Os segundos vão passando lentamente
Não tem hora pra chegar
Até quando te querendo, te amando
Coração quer te encontrar

Vem, que nos seus braços
Esse amor é uma canção
E eu não consigo te esquecer
Cada minuto é muito tempo sem você, sem você

Eu não vou saber me acostumar
Sem sua mão pra me acalmar
Sem seu olhar pra me entender
Sem seu carinho, amor, sem você
Vem me tirar da solidão
Fazer feliz meu coração
Já não importa quem errou
O que passou, passou, então vem, vem, vem, vem.

FRASE DO DIA:

CÉREBRO TENEBROSO E PROCEDER DE BANDIDO.

23 de Fevereiro de 2010

O diabo atenta e isso todo mundo sabe, ontem, eu tive dois motivos para me aborrecer aqui no meu serviço, a quantidade de palhaçada por metro quadrado aqui é enorme, mas preferi mantero meu dia sadio e bacana, até porque ontem foi o meu reencontro com a minha amada depois de 10 dias, eu queria estar bem e sem nehuma sequela até do dia anterior que tive, então me preparei da melhor maneira possivel, me cerquei de gente boa e alegree o meu dia foi bom , apesar das tentações, a primeira foi a falta de caráter e a ingratidão de uma pessoa que controla os computadores daqui, o cara enche o saco de todo mundo, sendo que ninguém tem coragem de dizer a ele o que realmente pensa, acho que sou o único que fala com ele de igual para igual e ele perdeu isso ao bloquear o meebo, um site que faz a mesma coisa que o msn sendo que de forma mais leve e sem perigo de transporte de dados, fotos, essas coisas, porque ele não tem. Um detalhe nisso tudo, quando eu estou sozinho aqui na rádio, é com esse site que ele se comunicava comigo, pois bem, agora vai literalmente se ferrar, porque não quero mais papo com ele sobre nada , nem da net e nem sobre a rádio, ele que venha e faça as coisas aqui, alias, estou assim há muito tempo, falei esses dias com uma pessoa aqui, não penso mais no coletivo, penso no individual e se não estiverem satisfeitos, que me mandem embora. A segunda do dia, foi protagonizada pelo gerente daqui, não morremos de amores um pleo outro, ele insiste na de ser falso e eu a cada dia jogando mais claramente, o cara ontem, sei que foi até sem querer, mas pelo menos um pedido de desculpas seria interessante, desligou a chave geral comigo gravando um cd, tá vendo só, depois sou eu que crio caso.
Falando agora de coisa boa, depois de 10 dias, revi o meu amor em carne, osso e bronzeado, ela estava na praia com a mãe, gente que não vou nem mencionar aqui porque já tivemos desavenças, mas acho que é melhor deixar quieto isso agra, não vou brigar mais, aprendi muito com a ausência dela nesses dias que duraram eternidades e foram vazios por demais, nosso reencontro foi exatamente como eu imaginei, cheio de amor, beijos, abraços e um olhar quente daqueles de derreter camadas de gêlo.
Depois disso, nada mais importa pra mim, nem as babaquices do meu trabalho que quero ver pelas costas o mais rápido possivel e nem a hipocrisia de quem me deseja o bem disfarçado ou falsificado.
Como eu senti falta de estar cansado na manhã seguinte...sem falar do cheiro, do som de sua risada, do seu sorriso, da sua boca na minha boca e por ai vai...
Bom dia.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

GOSTEI DA FOTO: ARMAS DO MEU DIA A DIA.


DEU NO JORNAL:


NADA COMO UM DIA APÓS UM OUTRO DIA...QUEM PLANTA ...

15:00H, centro da cidade, POUCA VERGONHA DA PMCG

15:00h de Sexta, tudo as escuras, POUCA VERGONHA DA AMPLA

JOGO LIMPO:

Olá amigos, foi uma decisão digna de final de Taça Guanabara, Vasco e Botafogo fizeram um grande jogo final aonde venceu quem errou menos, Carlos Alberto chegou a falar ´´daquilo`` roxo, mas não acho que ali tinha gente omissa, existiram esquemas na qual Joel se saiu melhor por reconhecer que seu time não pode por ser limitado, jogar de igual para igual com nenhum dos outros grandes clubes do Rio, seu time é guerreiro e coopeiro, mas limitado de jogadores que realmente possam decidir, Abreu e Herrera fazem uma boa dupla de ataque, mas um time não vive só disso e ontem, Mancini foi uma presa um pouco mais dificil para o papai Joel, mas também perdeu e perdeu quando não podia perder. O Bi campeonato da Taça Guanabara foi merecido.
Mancini começou a perder a final de ontem na sua escalação de banco de reservas, sei que o Rafael Coelho tomou um mega gancho de 7 jogos, mas o time tinha outros atacantes como opção para o banco, creio que o Élton ainda não deve estar 100% regularizado, pois esse seria o único motivo plausivel para que o técnico tenha preferido colocar Jomar no banco ao invés do artilheiro do time no ano passado, ontem, com a péssima partida de Dodô, ele com certeza entraria no jogo, mas mesmo sem Élton, o time tem outros atacantes que poderiam estar no banco como o Caique e Geovane.
O Vasco teve amplo dominio, mas a bola chegava no ataque e afunilava, Dodô só teve uma chance no jogo e quando teve desperdiçou por ter dado um toque a mais na bola, o Phillipe Coutinho até que tentou, mas tava bem marcado e Carlos Alberto, visivelmente jogando no sacrificio cansou no fim. Um outro problema mostrado por Edmundo que agora ataca de comentarista na band, foi a falta de apoio do setor direito do Vasco, Élder Granja não se aproveitou em momento algum das subidas do bom lateral Marcelo Cordeiro, Mancini ainda deu mais liberdade para esse jogador qunado tirou Léo Gago qeu estava bem e colocou Magno, tirando Souza que estava bem caindo por aquele setor. Creio que o erro fatal do Vasco foi mexer primeiro, pois não tinha motivos, o time dominava e estava bem, os erros eram questões de ajustes, o time se abriu sem necessidade alguma e deu a Joel a opção de mexer em cima dos erros do time da colina. O Botafogo fez uma bela partida dentro de suas limitações, a zaga desfalcada de Antônio Carlos parece ter ficado mais segura com o novato Wellington que anulou por completo quem entrasse pleo setor, fahel trabalhou bem na proteção junto ao incansável Leandro Guerreiro, Marcelo Cordeiro foi um motorzinho que empurrou o time o tempo todo para o ataque, até Alessandro jogou bem, abrindo uma pausa aqui para um comentário, que sacanagem da diretoria alvinegra só comunicar a morte do pai do jogador depois da final, familia em primeiro lugar sempre, independente de campeonato ou qualquer outra coisa. Voltando ao time, Herrera e Abreu, estiveram muito bem, jogam com garra, disposição, não tem essa de bola perdida. E para finalizar, falarei do menino Caio que ontem entrou mais uma vez e fez a diferença, numa jogada sua, o Vasco perdeu qualquer possibilidade de reação com a entrada desleal e o cartão vermelho com justiça que o Nilton levou, logo depois em mais uma joagada sua, Titi levou o amarelo, para depois tomar o vermelho num pênalti infantil em cima de Abreu, Caio é uma joia rara e a torcida tem que entender que ele pode dar muitas alegrias ao clube, mas que nem sempre vai jogar bem e nem sempre vai decidir, quanto ao Vasco, acho que o time está numa crescente, ano passado era a quarta força do futebol carioca e hoje se apresenta como a segunda, enquanto o Botafogo que era a segunda, se apresenta agora como primeira, ficou para o tricolor a pressão toda do segundo turno, já que ficou apenas como a quarta força do Rio e como se não bastasse, o time tricolor estreia na quarta contra o Confiança pela Copa do Brasil.
Parabéns Joel e aos jogadores do Botafogo pelo titulo merecido e pela recuperação e humildade.
RAPIDINHAS:
- Ronaldinho Gaucho voltou a comer a bola, tá sobrando, quem viu o craque em ação na quarta passada ou ontem, sabe do que eu tô falando, mas infelizmente, Dunga prefere Josué, Julio Batista e o péssimo Donni que foi uma mãe no jogo da Roma contra o Parathinaikos da Grécia.
- Milton Neves, apresentador que eu não gosto, soltou umas das piores comparações que eu já ouvi na vida, comparou o goleiro Barbosa da copa de 50, com o zagueiro Antônio Carlos Zago que hoje é o treinador do Palmeiras, lamentável a comparação com um grande goleiro que falhou num jogo final e foi injustamente execrado pelo pais inteiro e um zagueiro racista que foi punido de leve e como esse mesmo apresentador disse, está solto porque perante a justiça falha de nosso pais, pagou por seu erro, será?
Sendo que de acordo coma lei, o crime de racismo é sem direito a fiança, ele teria portanto que estar preso e não treinando um time com a envergadura do Palmeiras.
- Na derrota de ontem para o Palmeiras, ficou evidente que Ricardo Gomes não é técnico para o São Paulo, acho que o tricolor tem uma chance de outro de dispensá- lo agora antes que a Libertadores engrene de verdade, Ricardo é um motorista de fusquinha tentando dirigir uma Ferrari, aproveite São Paulo, o presente do Palmeiras e recontrate Muricy.
- Quarta tem um jogão com transmissão da Band, Inter de Milão e Chelsea, falando na Band, é maravilhoso ver no domingo o Band Esporte Clube agora com a Patricia Maldonado, quadros interessantes e muita dinâmica, bem melhor que os programas do mesmo feitio da Globo e Record.
Por hoje é só. Até quinta.

MÚSICA DO DIA:

PARALAMAS DO SUCESSO - 220 DESENCAPADO

Eu sei que já não importa
Tudo o que eu venha a me esquecer
Se for por você, amor, fique certa
Fiz, farei, faço o que eu puder fazer
220 desencapado
Sei que sou um desastre potencial
De mão na cintura cê me pergunta
Se vai ficar mais alto o meu baixo-astral?

Sei que são motivos pra ainda estar vivo
Sonhar, seguir em busca da emoção
Sem que eu sinta tanto desequilíbrio
E prossiga na paz, os dois pés no chão


No entanto eu tento e já não me importa
A busca de outra forma de proceder
Se for por você, amor, fique certa
Fiz, farei, faço o que eu puder fazer
Se você tá descoberta de corpo
Te peço que ouça o que eu digo
Dessa vez não vou me fazer de morto
Vou te dar o porto de um ombro amigo.

FRASE DO DIA:

SEM FOME E COM PAZ, É TUDO QUE A GENTE SONHA.

22 de Fevereiro de 2010

O meu fim de semana tinha tudo para ser perfeito com as crianças, eu as levaria ao Maracanã para ver o clássico e final da Taça Guanabara entre o meu Vasco e o Botafogo, iriamos nos divertir no arrastão de fim de carnaval no centro do Rio sob o comando do Monobloco, eu tava até com um dinheiro considerável para ir e voltar bem.
Mas a inveja de algumas pessoas é algo que tem ser registrado aqui, não sou um cara de bens materiais, saio pouco, me divirto muito mais em casa do que em qualquer outro lugar, mas quando resolvo sair, existe sobre mim, uma série de obstáculos e criticas como s eeue fosse algum louco ou irresponsável com meus filhos, esse tipo de atitude aliada a covardia de usar um filho para conseguir ou pelo menos tentar atingir seu objetivo é algo muito mais mesquinho e covarde do que se possa imaginar, eu estou decepcionado, puto mesmo até e até agradeço a Deus porque por trás de atitudes consideradas louváveis, existia uma máscara que nesse fim de semana caiu, a tentativa de usar um filho meu contra mim, não surtiu o efeito que desejavam, mas serviu para revelar a verdadeira face de quem diz a plenos pulmões que ora por mim e que deseja meu bem, acredito que o amor falará mais forte e que meu filho envolvido em toda essa tramoia, vai ter de Deus a direção para escolher o que é certo ou errado. Não existe nada pior do que uma pessoa usar uma criança para te atingir. Ontem eu estava em casa esperando o jogo começar quando 4 crianças chegaram na minha porta e me pediram um pacote de biscoito, eu na primeira vez falei que não tinha, sendo que eu tinha feito as compras para o fim de semana com meus filhos e a dispensa estava cheia, fui olhar a rua e vi que as 4, todas com menos de 12 anos, estavam peranbulando e ninguém os atendia, voltaram depois de quase uma horaa minha porta, dessa vez com o pedido de água, parecia que eu era a única pessoa disponivel na rua, fui na dispensa, peguei um pacote de biscoito e dei um refrigerante de dois litros para as 4, me senti leve e feliz por tal atitude, bem diferente da mesquinharia que eu quase cometi por completo de minutos antes.
O ano está começando para muita gente hoje e pra mim, parece que começou ontem com mais uma pá de problemas a resolver, não sei que final me reserva a vida, já ouvi muita gente dizer que eu sou radical, que eu sou isso ou aquilo, só gosto que as pessoas sejam sinceras comigo, que joguem limpo, porque eu jogo limpo, independente do que fazem ou fizeram, não disfarço quando tenho raiva ou antipatia, não mando recado, eu mesmo falo as coisas e doa a quem doer, estou triste no dia de hoje, apesar de saber que algumas coisas boas irão acontecer.
Meu fim de semana foi assim, não viajei, não fiquei com as crianças e o meu Vasco perdeu.
Bom dia.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

SERVIÇO DE PORCO DA PMCG - VAI CAUSAR ACIDENTES


MAKING OF DO NOVO CLIPE DO INQUÉRITO - MISTER. M

DBS VAI LANÇAR NOVO DISCO: POR ENQUANTO CONFIRA UM SHOW EM SC

O rapper DBS está em estúdio preparando um disco novo. O àlbum vem com uma mescla de produtores, entre eles Dj Cia, que produziu os dois últimos cds de DBS, Dj Max, Cyber, Muder Turner e Dj Crossbone, da Alemanhã. Em breve o Portal Rap Nacional vai trazer para você, em primeira mão, a música de trabalho do novo cd.

E quem quiser saber um pouco mais sobre a história de DBS deve adquirir o livro Hip Hop a Lápis 2. No livro o rapper conta parte da sua caminhada e da Manicômio Sonoro.

Assista o vídeo de DBS cantando a música Sem Bilhete Nego. A gravação foi de um show realizado em Balneário Camboriú, no litoral-norte de Santa Catarina.

SLOGAN DE MORTE: EXTRAIDO DO BLOG - URGENTE!

Planos funerários costumam ter slogans cretinos. Até compreende-se a delicadeza do tema. Mas um anúncio em Campos supera todos os limites da joselitice: "O futuro é igual para todos, mas pode ser melhor para alguns", é o que brada o Plano Assistencial da Santa Casa de Misericórdia. Francamente!
Postado por Vitor Menezes

EXTRAIDO DO BLOG - HOMEM É TUDO PALHAÇO

No bloco, amigo do amigo canta marchinhas sorridente enquanto passa a mão pela minha cintura. Bêbado lascivo, o bruto dispara "você é uma mulher bonita demais para mim".
- E você é um homem de autocrítica.
- Caramba, que personalidade é essa - perguntou o palhaço depois de uns 10 segundos em estado de choque.
- Roberta Carvalho, querido.
Tá, tudo bem, zoar esse palhaço é até covardia. Aquilo nem era um homem, era uma caricatura circense.

MÚSICA DO DIA:

NANDO REIS - CEGOS DO CASTELO

Eu não quero mais mentir
Usar espinhos que só causam dor
Eu não enxergo mais o inferno que me atraiu
Dos cegos do castelo me despeço e vou
A pé até encontrar
Um caminho, o lugar
Pro que eu sou.
Eu não quero mais dormir
De olhos abertos me esquenta o sol
Eu não espero que um revólver venha explodir
Na minha testa se anunciou
A pé a fé devagar
Foge o destino do azar
Que restou.
E se você puder me olhar
E se você quiser me achar
E se você trouxer o seu lar.
Eu vou cuidar, eu cuidarei dele
Eu vou cuidar do seu jardim
Eu vou cuidar, eu cuidarei muito bem dele
Eu vou cuidar
Eu cuidarei do seu jantar
Do céu e do mar, e de você e de mim.

FRASE DO DIA:

QUANDO CHEGO FIRME, CHEGO LIMPO.

19 de Fevereiro de 2010

Já cheguei a algumas definições sobre a minha vida por completo, existo e tneho muitos defeitos, não sou falso, não sei jogar sujo, não sei mentir sobre os meus sentimentos e uma coisa que assusta a muitos, mas sinceramente não me importo, por mais que achem que isso me faz infeliz, não consigo perdoar com facilidade, muitas vezes deixo de ganhar alguma coisa ou até de fazer algo que num futuro me deixaria melhor por causa disso. Eu tenho o meu tempo para absorver e assimilar as coisas e eu o respeito, coisa que quem me conhece não entende e não aceita, acha que assim como eles que engolem e aceitam tudo, eu tenho que fazer o mesmo, seria eu um caso de forma única, daqueles que Deus fez e jogou fora mesmo?
Quer saber de uma?
Eu até acredito nisso, pois a minha forma, não cabe na sua e vice versa, Deus nos fez únicos com características e sentimentos, formas de ver o mundo e raciocinios diferentes, uns rápidos, outros lentos, uns para mandarem e outros para serem comandados.
Enquanto esse tempo de perdoar para mim não chega, falo que sou vingativo, rancoroso e se faltar um dedo para empurrar quem me fez mal num precipicio, eu sou o dedo que empurra, sem pena. Prefiro ser assim, do que ser falso, fingir que gosto ou aturo, por conta disso, durmo com a mente tranquila, pois sei que Deus sabe do que faço e o que realmente penso. Por muito tempo fui marionete na mão de pessoas que eu acreditava, falavam e eu fazia sem questionar nada e por isso eu era muito bom, passando o tempo, questionei e virei o cão, pessoa rebelde e mal vista, o que sabem da minha vida, o que sabem o que eu passei, quem me julga?
Ontem eu falei com duas pessoas, uma pela net e outra pessoalmente, a pessoa com que falei ao vivo e a cores, me disse uma pá de coisas que eu até gostaria de mudar em mim, mas eu sou assim, não que eu não tenha um dia me esforçado para isso, mas sou assim, velho e cheio de manias e muito calejado pela vida e pelas traições, essa pessoa que muito estimo e que me confidencia suas vida me alertou para algumas coisas que eu prometo que vou observar, já a outra pessoa com qual teclei pela net, é um filhinho de papai que tá acostumado e se ajeitar de acordo com a situação, se adapta rapidamente ao sistema, engole sapos e afins, não sabe nada da vida, sempre teve tudo o que queria de mão beijada e nunca passou por nada do que passei, tem muitos amigos porque tem muita grana, sempre foi um playboy e não se fala mais nisso, achas que eu realemnte vou dar ouvidos a ele?
Só se eu fosse louco.
A vida mostra quem é quem nesse jogo, quando eu morrer, o que vai ficar são as minhas obras e o meu exemplo de boa ou péssima vida. Sei que posso passar pelo que for, mas não estou a venda por nada, nem por uma casa, nem por um bom emprego, nem por um carro e nem por um amor, eu sou assim e não engano ninguém, quem se envolve ou se envolveu um dia comigo, sabe muito bem disso.
Bom dia.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

EXTRAIDO DO BLOG DO FERRÉZ

O País das Calças Beges


O céu azul é lindo
Mas no xis te deprime (Detentos do rap)
O sol é pá e tchum, parece que vai queimar minha retina.
Faz tempo que não faço aquele ato pau no gato.
Dei o saco com a camisa, escova de dente, par de chinelos e o velho short pra um parceiro que sempre teve menos que isso.
Na rua é tanta pagação e na prisão a gente aprende em primeiro lugar a humildade.
Tem que dividir pra dormir, pra usar o banheiro, pra comer, pra saber sair na hora certa e ficar na hora que também estiver no pá.
Não vou querer nenhuma lembrança desse passado recente, agora tenho á minha frente mais futuro, pelo menos assim espero, acho que já sai definitivamente da prisão e tô longe do cemitério.
Tenho liberdade para ir aonde quiser, agora finalmente a tenho.
Tô com o pensamento na milisquência da sequência do ato antiviolência, num vou mais seguir para matar.
Na primeira noite fui humilhado, dormi no boi, mas o cara que fez a brincadeira, nunca mais vai fazer com ninguém, tirar sarro da cara de ladrão não tem perdão.
Entrei por causa de um assalto e me formei em homicídio, isso que é faculdade.
Vários buchichos durante o dia, várias mulas durante a noite, neguinho perde a linha rapidinho na brincadeira de cadeia, ai é só lamento, a gente cobre na manta e dá um pau geral, pra aprender a entender as risadas do parceiro.
Agora é outra fita, outra vida. Daqui pra frente é só progresso.
Não tenho o dinheiro da condução e resolvo pedir uma carona.
Talvez pelo rosto desgastado pelo tempo de cela, talvez pelas roupas velhas, encardidas, o motorista não se comove e me chama de vagabundo.
Vagabundo não, eu tô no pá de correr pelo certo, mas também num vou aguentar tiração de ninguém, muito menos de Zé povinho que puxa saco de dono de empresa, faz seguinte enfia esse buzão no seu rabo, vou na caminhada pra num dar uma de louco logo agora.
Foi um julgamento quase tão rápido como todos são, um juiz que ria da minha cara, ria como se soubesse como é o mundão lá fora, longe de ajuda de pai, longe de facilidade pra estudar.
Num guento mais andar, pego o próximo buzão, deixo passar mais uns três pontos e então peço para passar por baixo.
O cobrador emenda um palavrão.
Eu, um ex 157 abaixo a cabeça e fico com a vergonha e com a liberdade.
Tudo está mudado, as coisas mudaram muito, não conheço as ruas, não conheço as lojas, nem os novos modelos de carros, os panos e as cores dos bagulhos também tão a milhão e até o jeito das pessoas mudou, ninguém nem olha mais na bolinha do olho do outro.
As músicas... o que é mais estranho são as música, bagulho louco.
Estou pálido, branquelo mesmo de tanto não ver o sol, tiro a camisa para pegar um pouco, muitos que passam pela calçada me olham, talvez seja a pele quase verde, talvez as tatuagens adquiridas com os anos de ósseo, talvez a cara de monstro que não dá pra esconder.
Tenho que vê-la, tenho que chegar em casa e ver minha pequena, faz tanto tempo que parou de me visitar, talvez tenha ficado doente, talvez voltado a estudar, sei que foi difícil de uns anos pra cá.
Mas tô ligado que ela me ama, coração de vagabundo bate na sola do pé e dá pra sentir a quando o bagulho é de verdade.
Telefone não atende mais, talvez tenham cortado, sei que ela batalha muito para manter a casa, eu sei tudo isso, mas tenho um nó na garganta, uma saudade doída e tô a fim de perdoar ela, ficar visitando cadeeiro é barra, os pé de urso examinam, humilham os familiares.
Chego em casa, finalmente, parece que foi ontem que sai daqui, pouco mudou na favela, até os barracos num melhorou nada, a porta do meu barraco me dá uma vontade de nunca mais sair dele, aquela saudade do café com leite, pão esquentado no final da tarde, jogo da seleção, uma cerva com os parceiros e o no quintalzinho dos fundos um churrasco pra galera, comemorar minha saída, minha liberdade.
Na viela alguns abraços, saudades, demonstrações de surpresa, ninguém imaginava que eu ia voltar. Que um dia eu iria voltar para lá, confesso que percebi que teve gente que até se espantou, tipo me esqueceu, falou que tava surpreso, mas na verdade tava com vergonha de nem se lembrar de mim, tudo bem, todo mundo tá no seu corre, ninguém deve ter tempo de lembrar assim de correria.
Gente que pensou que morri, gente que pensou que fugi e sai por ai nesse mundão.
Dentro de alguns dias serei um incomodo, serei um a mais, um cara que serra cigarro, que pede um copo de pinga, que vai na casa do parceiro que está melhor e pede uma pistola pra fazer um trampo.
Dentro de alguns dias eu vou ser a porta fechada na cara, a campanhia não atendida, a conversa não continuada, o sussurro – ta vendo esse ai?
É um bosta, um nada.
Bato no barraco, não tenho chave, não tenho como entrar, bato e bato com mais força, uma vizinha sai e pergunta o que estou procurando.
Digo que minha esposa, a vizinha abaixa a cabeça e fala baixinho que ninguém mora mais ali, que o barraco tá pra vender.
Não acredito e quero ouvir toda a história, ela não sabe explicar, diz que a mulher saiu com um menino e com um taxista, eu tô com um nó na garganta, to respirando alto, suando, ela diz que a mulher estava a algum tempo namorando, que ela um dia chegou pegou as poucas coisas, deixou a venda do barraco sobre sua responsabilidade e se foi junto com um homem.
Num deixou telefone, nem nada?
Nada! Liga de vez em quando pra ver se vendi o barraco, deixou só um número da conta pra depositar o dinheiro do barraco, me prometeu uma parte se eu vendesse.
Abaixo a cabeça, ela agora pesa uma tonelada. Minha casa caiu, meu mundo acabou. O que vou fazer nessa longa estranha caminhada.
Ando pelas vielas, pelas ruas principais, e não acho nenhuma alfaiataria, foi o que aprendi na cadeia, ser um alfaiate, logo eu né?
Que nunca me consertei na vida.
Eu sou um homem livre, mas sem dinheiro no bolso isso não importa muito eu sei.
O apresentador berra que somos animais, não sabem que em muitas cadeias desse país, os animais como eu doam um dia de sua comida por semana pras pessoas que precisam, os famíliares vão lá buscar, quem desses aí que vive falando doa um dia da semana de comida pra alguém.
Eu vejo que esses apresenta-a-dores de merda todos pedem pra prender as crianças, antes de eu ir pra cadeia, quando uma criança colava a gente ria, falava com ela, agora quando vem chegando uma criança, parece que ela vai pedir algo, agora eu vejo as pessoas com medo, segurando a bolsa, eu não sou mais vilão, eu não causo mais pavor do que um menino de 12.
Eu tô ficando chapado, tô com fome, mas reflito. As crianças não sorriem mais na rua, eu prevejo mais gente portando pistola, colete, carro blindado, cada um correndo pelo seu.
Vejo um cara empurrando um carro sozinho, ninguém ajuda, ninguém cola, eu num tô entendendo nada.
Tudo mudou, tudo tá mudado, as coisas envelheceram, perderam a beleza, as pessoas ficaram frias, olhos para baixo, cabeças para o chão, um dia eu ouvi alguém dizer um bom dia para um jornaleiro, quase chorei.
Eu tô com fome, tento ligar de novo, o telefone não atende, vou dar um rolé no centro, acabei de encontrar um parceiro, ele disse que não tem como somar comigo, disse que tá cheio de gente dando multa, na minha época ajudar os outros não era multa, aqui na quebrada eu não arrumo nada, não posso mexer em nada, se não vou ser cobrado, tem lei por aqui agora, é o que me disseram.
Eu tô livre, eu tenho minha liberdade, vou chegar no centro, talvez eu a perca.
Eu fiquei preso, pode crê, talvez eu volte para lá, porque aqui fora num tem ninguém solto mesmo.
Ferréz é datilógrafo e está preso em regime semi aberto na periferia de São Paulo há 33 anos.